Vacina Rotavírus

A Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (ASBAI) reafirmam a eficácia e a segurança das vacinas rotavírus e recomendam o uso rotineiro no calendário vacinal da criança, face a grande importância e impacto que a doença tem na saúde infantil.

Existem duas vacinas Rotavirus licenciadas:

  • A vacina monovalente incluída no PNI, indicada em duas doses, seguindo os limites de faixa etária:
    • Primeira dose aos 2 meses (limites de 1 mês e 15 dias até, no máximo, 3 meses e 15 dias);
    • Segunda dose aos 4 meses (limites de 3 meses e 15 dias até no máximo 7 meses e 29 dias).
  • A vacina pentavalente, disponível na rede privada, é recomendada em três doses, aos 2, 4 e 6 meses:
    • Primeira dose deverá ser administrada no máximo até 3 meses e 15 dias
    • Segunda dose deverá ser administrada no mínimo em quatro semanas após a primeira dose
    • Terceira dose deverá ser administrada até 7 meses e 29 dias, considerando o intervalo mínimo de quatro semanas entre as doses.
    • Se a criança regurgitar, cuspir ou vomitar durante a administração da vacina ou depois dela, a dose não deve ser repetida.
    • Recomenda-se completar o esquema com a vacina do mesmo laboratório produtor.

Consulte nossos profissionais de saúde para obter mais informações.

Confira em nosso site as vacinas necessárias para proteger seu filho e sua família, segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm). http://www.vacineclinica.com.br/wp-content/uploads/2 019/08/calend-sbim-0-100.pdf

 

Fontes:

 

Dra. Helaine Toledo
Médica Pediatra
CRM/SP 63387

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *